Guia definitivo para automação de processos

Hoje, as empresas buscam novas formas de aprimorar seus processos, inovar e ser mais competitivas. Decidimos então escrever o guia definitivo para automação de processos.

A automação de processos é uma das primeiras mudanças que as empresas implementam ao iniciar um programa de transformação digital.

No entanto, poucas empresas incluem aliados, como transportadoras ou motoristas, em seus programas, por considerarem que, por não estarem na folha de pagamento, não se justifica um investimento tecnológico nas mesmas.

Deixe-me mostrar essas 3 automações que são um ótimo exemplo de porque as automações para motoristas e transportadoras podem ser a principal vantagem competitiva de sua empresa nos próximos anos.

No setor de transporte e logística, novos concorrentes têm adotado a tecnologia como fonte de diferenciação, razão pela qual as empresas desse setor precisam se equiparar e até superar a oferta de seus concorrentes.

A automação a seguir é utilizada por empresas de transporte e geradores de carga na indústria de CPG (empresas de bens de consumo) para ter visibilidade do trajeto da mercadoria até o ponto de entrega e para ter rastreabilidade da data, hora e local onde o envio foi feito. , além das condições em que foi recebido.

 

1- Registro de entregas nos processos de última milha

O mais recente levantamento logístico nacional mostrou como cada vez mais empresas buscam mensurar os tempos de carga e descarga de seus produtos, de forma que buscam formas de acelerar processos e aumentar o tempo de produção dos ativos.

2- Registro dos tempos de carga e descarga da mercadoria

A automação a seguir registra o horário de início e término do processo de upload e download, armazenando os dados em tempo real em uma planilha.

De acordo com a apresentação da Analdex sobre os resultados do inquérito logístico nacional; As empresas com melhores tempos são as pequenas e médias empresas, deixando expostas as grandes empresas da região.

Essa automação mudará tudo?

 

3- Registro de mudanças nas condições de entrega de alimentos pelos produtores

Se os bloqueios e protestos nos ensinaram alguma coisa, é que a região e o abastecimento de alimentos dependem em grande parte da capacidade de coletar alimentos nas fazendas e plantações e depois levá-los aos centros de distribuição.

Alimentar um país não é uma tarefa fácil e calcular quanto ele vai produzir em um determinado mês é ainda mais difícil.

As empresas que distribuem e até exportam alimentos perecíveis precisam estar sempre atentas à quantidade de bananas, cenouras ou mesmo litros de leite que vão ser arrecadados por mês.

De posse dessas informações, dados que permitem tomar melhores decisões e até documentos com validade legal, assinados por produtores e produtores para formalizar a compra e venda de produtos, permite medir empresas de distribuição e logística de alimentos para medir o desempenho das fazendas, promover programas de incentivo e muitas outras idéias.

A automação em ação é mostrada abaixo em uma empresa que comercializa e exporta bananas e frutas exóticas que usa o poder da automação conversacional para melhor servir suas fazendas aliadas, coletar informações valiosas e controlar os processos de entrega de contêineres, alocação de ordens de produção e muito mais.

O que você acha?

Se você gostou, compartilhe com sua equipe.

 

 

Copy link
Powered by Social Snap